Quem somos

Você está aqui »HOME | QUEM SOMOS | APRESENTAÇÃO

Sobre o Grupo

Uma das maiores operadoras de serviços portuários, marítimos e logísticos terrestres do Brasil, a Wilson Sons iniciou suas atividades no Brasil em 1837, em Salvador, Bahia.

Nestes mais de 170 anos, a Companhia se estabeleceu como renomada prestadora de serviços e pela competente gestão de seus negócios. Com seus diferentes sistemas de atuação, a Wilson Sons foca em três drivers de crescimento: o fluxo de comércio internacional, o setor de óleo e gás e a economia doméstica.

Suas diferentes áreas de negócios, que atuam de forma sinérgica, abrangem dezesseis filiais, dezenas de operações de logística, dois terminais de contêineres, estaleiros e instalações físicas distribuídas por diversas capitais brasileiras.

A sólida imagem que a Wilson Sons desfruta no mercado contribui para o relacionamento próximo e duradouro com sua base de clientes. Os mesmos reconhecem e confiam no know-how que a Companhia conquistou ao longo de seus mais de 170 anos de atuação.

Compreender em profundidade os negócios de seus clientes e se antecipar às suas necessidades, buscar permanentemente a qualidade e produtividade das operações e estar atenta às novas oportunidades do mercado são premissas que norteiam a gestão da Wilson Sons. De uma maneira mais ampla, elas reafirmam o compromisso da Companhia com a sustentabilidade e perenidade de seus negócios.

Sua filosofia visionária de somar a uma enorme tradição histórica um compromisso de evolução constante está presente na estratégia de crescimento e forma de atuação de cada empresa do Grupo, proporcionando um diferencial de abrangência e qualidade de serviços diferenciados no mercado nacional.


O Tecon Rio Grande é uma empresa constituída a partir de um único acionista, Wilson, Sons de Comércio Ltda., o qual venceu a licitação do Terminal de Containers do Porto do Rio Grande e passou a administrá-lo a partir de 1997 por 25 anos, renováveis por igual período, com o objetivo de ser um dos melhores terminais de containers da América Latina.

Disposta a executar o projeto de ampliação e modernização do Terminal de forma a construir uma instalação bastante competitiva na América Latina, a empresa já investiu cerca de 250 milhões de reais em equipamentos, tecnologia e expansão do terminal. O compromisso contratual com o Governo do Estado de expansão e modernização de sua estrutura está de acordo com um cronograma muito rígido.

Extremamente focada no cliente e na solução de seus problemas, a empresa recebe em seu Terminal todas as principais Linhas que escalam o Brasil, além de ter mais de 3000 importadores e exportadores cadastrados em sua carteira, sendo hoje uma grande ferramenta para o desenvolvimento econômico do Estado.

Iniciando suas atividades com 64 pessoas, o Tecon RG atualmente possui cerca de 900 colaboradores, sendo um forte gerador de empregos na cidade e região. O Terminal é, ainda, o maior requisitante de mão de obra avulsa do complexo portuário do Rio Grande, através de acordos pioneiros no país, firmados com Sindicatos dos Trabalhadores.

Movimentando 98% da carga conteinerizada que passa pelo Porto do Rio Grande, o TECON RG tem como seu maior objetivo concentrar a carga dos países do Cone Sul, claramente suportado pelas facilidades físicas e geográficas, pelos investimentos realizados e pelo preço competitivo.

O Terminal possui alguns diferenciais como: Operações 24 horas por dia, 7 dias na semana; Sistema de gerenciamento informatizado Sparc Navis e Scol; Equipamentos de última geração; Órgãos públicos instalados nos prédios do Terminal; Possibilidade de interiorização através dos três modais – ferroviário, hidroviário e rodoviário; Armazéns para cargas especiais; Janelas de atracação; Conformidade com ISPS Code – IMO nº: 5.313 e principalmente a segurança de suas cargas.

Através de práticas sustentáveis o Tecon realiza atividades e projetos para preservação do meio ambiente e também realiza ações sociais na comunidade em que atua. A empresa patrocina projetos como: Campanha do Agasalho, Projeto Colméia, Patrocínio Pára atleta, Criando Laços, Projetos internos de responsabilidade ambiental entre outros. veja mais no link: Sustentabilidade

POSICIONAMENTO GEOGRÁFICO

O Tecon faz parte do complexo portuário denominado Superporto do Rio Grande, que, num raio de 500 milhas marítimas (de Buenos Aires a Paranaguá), é o ponto geográfico central que oferece a maior profundidade para os navios operarem, 47 pés e é o porto de mar mais meridional do Brasil, localizado a margem oeste do canal do Rio Grande, sendo este escoadouro natural de toda a bacia hidrográfica da Lagoa dos Patos. Esses fatores o credenciam a se tornar o terminal de containers do Mercosul.

CONDIÇÕES CLIMÁTICAS:

Temperatura média: 18º C
Umidade relativa do ar: média 81%
Ventos dominantes: sudeste e nordeste
Pluviosidade: média 112 dias/ano, distribuída igualmente nos doze meses
Velocidade dos ventos: média 2,8m/seg (7 nós)

ACESSOS:

Rodoviário: pavimentação asfalto, conservação boa, acesso todo o ano (distância de 320km até Porto Alegre).
Ferroviário: bitola métrica, conservação boa, acesso todo o ano.
Marítimo: barra (profundidade 14,5m). Fluvial: através do Rio Guaíba.
Lacustre: através da Lagoa dos Patos (profundidade 6 metros).
Aeroporto: Aeroporto Gustavo Kramer (45 minutos de vôo de Rio Grande a Porto Alegre).

CANAL DE ACESSO AO TERMINAL:

Largura: 200 metros
Profundidade: 47 pés
Velocidade máxima permitida: 8 nós

CONDIÇÕES DE NAVEGAÇÃO:

Marés: de pequena amplitude, influenciadas pelos ventos.
Mínima: 0,30m
Máxima: 1,50m
Média: 0,50m
Ondas-altura: 90% de 0 a 3m e 1% acima de 5m.
Correntes: as velocidades máximas não ultrapassam 4 nós.

Tecon Rio Grande

Tecon Operações

Guindastes STS Super Post Panamax

Intermodalidade




Mapa do Site

Comparte Sites e Webmarketing
Comparte Sites e Webmarketing